A demarcação de faixas é um dos serviços de sinalização mais importantes em um condomínio. A etapa serve para identificar locais específicos, como as vagas da garagem. Com isso, os condôminos e demais usuários têm uma orientação importante sobre o uso do espaço.

Para que a pintura seja bem executada, a seleção da tinta faz toda a diferença. Se não tiver determinadas características, alguns efeitos não serão obtidos. Para que tudo saia como o esperado, essa etapa inicial tem que ser concluída do jeito adequado.

Para que não restem dúvidas, veja alguns pontos para escolher o tipo de tinta certo para demarcação de faixas.

Defina as cores ideais

Para garantir a sinalização padronizada, o produto deve ter a cor correta para cada propósito. Isso facilita a vida dos usuários e diminui as chances de equívocos ou acidentes decorrentes dos erros.

Ao selecionar o tipo de tinta, escolha a versão branca para criar pontos de demarcação específicos para pedestres. Esses espaços servem para que as pessoas trafeguem com tranquilidade e a cor orienta os carros a se manterem afastados.

Já a amarela delimita vagas de estacionamento ou lombadas, se for o caso. Dependendo da situação, é possível usar a vermelha para atestar a presença de extintores de incêndio, por exemplo.

Selecione o tipo de tinta específico

No processo de escolha, é essencial acertar na finalidade do produto, que deve voltado para a demarcação de piso. Em geral, o tipo de tinta adequado é aquele aplicado no uso viário, já que também pode ser empregado em ambientes internos.

Ao selecionar essa opção é possível encontrar a versão com solvente ou à base de água. A primeira é um pouco mais durável, mas tem um cheiro forte. Com isso, é preciso ponderar qual é a melhor escolha para o processo de demarcação de faixas.

Verifique a capacidade de manter a cor

Já que as cores são tão importantes para a demarcação de faixas, é esperado que o tom permaneça vivo de forma prolongada. Assim, não é preciso refazer o processo com tanta frequência, de modo a gerar economia.

Ao escolher o tipo de tinta, portanto, não deixe de analisar por quanto tempo ele é capaz de manter a cor. O ideal é optar por uma alternativa que não manche facilmente e que seja de limpeza descomplicada. Como consequência, o investimento na etapa será aproveitado por um período maior e evitará gastos extras.

Pense na durabilidade do material

Além de não perder o tom, a tinta deve permanecer no lugar por um longo tempo. É normal que veículos passem com as rodas por cima das áreas pintadas. Se os pigmentos saírem com facilidade, a consequência indesejada é a necessidade de refazer toda a etapa.

Para que isso não ocorra, o melhor é analisar qual é a durabilidade do material. Mesmo que o produto seja específico para a demarcação, é interessante verificar a qualidade da marca e se a durabilidade é a esperada. Isso melhorará o investimento e garantirá uma segurança prolongada.

Como a demarcação de faixas é importante para o condomínio, selecionar o tipo de tinta adequado é determinante para o sucesso. Ao seguir essas dicas, você poderá fazer o melhor e mais rentável investimento.

Nós da Trade Pinturas contamos com colaboradores altamente qualificados e com grande experiência neste segmento. Solicite agora mesmo seu orçamento.

Nos comentários, diga se ainda tem alguma dúvida sobre essa questão e participe.

Acompanhe nosso trabalho nas redes sociais

A demarcação de faixas é um dos serviços de sinalização mais importantes em um condomínio. A etapa serve para identificar locais específicos, como as vagas da garagem. Com isso, os condôminos e demais usuários têm uma orientação importante sobre o uso do espaço.

Para que a pintura seja bem executada, a seleção da tinta faz toda a diferença. Se não tiver determinadas características, alguns efeitos não serão obtidos. Para que tudo saia como o esperado, essa etapa inicial tem que ser concluída do jeito adequado.

Para que não restem dúvidas, veja alguns pontos para escolher o tipo de tinta certo para demarcação de faixas.

Defina as cores ideais

Para garantir a sinalização padronizada, o produto deve ter a cor correta para cada propósito. Isso facilita a vida dos usuários e diminui as chances de equívocos ou acidentes decorrentes dos erros.

Ao selecionar o tipo de tinta, escolha a versão branca para criar pontos de demarcação específicos para pedestres. Esses espaços servem para que as pessoas trafeguem com tranquilidade e a cor orienta os carros a se manterem afastados.

Já a amarela delimita vagas de estacionamento ou lombadas, se for o caso. Dependendo da situação, é possível usar a vermelha para atestar a presença de extintores de incêndio, por exemplo.

Selecione o tipo de tinta específico

No processo de escolha, é essencial acertar na finalidade do produto, que deve voltado para a demarcação de piso. Em geral, o tipo de tinta adequado é aquele aplicado no uso viário, já que também pode ser empregado em ambientes internos.

Ao selecionar essa opção é possível encontrar a versão com solvente ou à base de água. A primeira é um pouco mais durável, mas tem um cheiro forte. Com isso, é preciso ponderar qual é a melhor escolha para o processo de demarcação de faixas.

Verifique a capacidade de manter a cor

Já que as cores são tão importantes para a demarcação de faixas, é esperado que o tom permaneça vivo de forma prolongada. Assim, não é preciso refazer o processo com tanta frequência, de modo a gerar economia.

Ao escolher o tipo de tinta, portanto, não deixe de analisar por quanto tempo ele é capaz de manter a cor. O ideal é optar por uma alternativa que não manche facilmente e que seja de limpeza descomplicada. Como consequência, o investimento na etapa será aproveitado por um período maior e evitará gastos extras.

Pense na durabilidade do material

Além de não perder o tom, a tinta deve permanecer no lugar por um longo tempo. É normal que veículos passem com as rodas por cima das áreas pintadas. Se os pigmentos saírem com facilidade, a consequência indesejada é a necessidade de refazer toda a etapa.

Para que isso não ocorra, o melhor é analisar qual é a durabilidade do material. Mesmo que o produto seja específico para a demarcação, é interessante verificar a qualidade da marca e se a durabilidade é a esperada. Isso melhorará o investimento e garantirá uma segurança prolongada.

Como a demarcação de faixas é importante para o condomínio, selecionar o tipo de tinta adequado é determinante para o sucesso. Ao seguir essas dicas, você poderá fazer o melhor e mais rentável investimento.

Nós da Trade Pinturas contamos com colaboradores altamente qualificados e com grande experiência neste segmento. Solicite agora mesmo seu orçamento.

Nos comentários, diga se ainda tem alguma dúvida sobre essa questão e participe.

Acompanhe nosso trabalho nas redes sociais