A pintura é um dos métodos mais utilizados para dar acabamento e proteger as estruturas metálicas da corrosão. Mas, para garantir maior durabilidade, é imprescindível escolher uma empresa com bom conhecimento técnico como a Trade Pinturas para lhe dar a orientação de qual é o material correto.

A decisão deve considerar o ambiente e sua agressividade, assim como outros fatores que possam impactar na conservação dos elementos de aço.

As tintas mais comuns disponíveis no mercado encontram-se na versão líquida e em pó. Para a escolha do melhor sistema de pintura devem ser observados o ambiente e sua agressividade, segundo a norma ISO 12944. Nas soluções de tintas líquidas para ambientes considerados de baixa agressividade (C1/C2) e baixa poluição, por exemplo, pinturas de tintas alquídicas e monocomponentes são excelentes soluções para a proteção anticorrosiva, independentemente se o ambiente for interno ou externo.

Já os projetos que se encontram em ambientes de atmosferas industriais e urbanas (C3/C4) necessitam de uma proteção maior. Para tanto, são desenvolvidos esquemas de pintura através de tintas epóxi e poliuretanas.

Consequência do uso inadequado do material

A corrosão precoce é um dos principais problemas causados pela especificação inadequada. Qualquer projeto de estrutura metálica possui uma estimativa de vida útil, mas em casos de corrosão precoce haverá a necessidade de manutenção não prevista. E se forem aplicadas tintas de ambientes de alta agressividade em ambientes de baixa, por exemplo, poderá ocorrer um superdimensionamento e, consequentemente, elevar o custo da obra.

Além disso, se a aplicação dos produtos for incorreta, é possível que surjam problemas como enrugamento, falta de aderência, sangramento e ainda levantamento da tinta anterior.

Preparação da Superfície

O tipo de preparo da superfície pode variar de acordo com o substrato, mas em geral, recomenda-se a lavagem com hidrojateamento de alta-pressão, para remover resíduos de tinta, e com tensoativos neutros.

Tinta de Fundo

Antes de aplicar o primer, o aplicador deve homogeneizar muito bem os componentes e aguardar o tempo de indução. A espessura da camada varia conforme a agressividade do ambiente. Mas, como referência, em um local de baixa a média agressividade, recomenda-se espessura de 100 a 150 micrômetros.

Seleção do produto

É preciso definir de antemão o tratamento - se retoque, pintura ou repintura - e a solução a ser utilizada - se tinta líquida ou em pó. Todas as informações das fichas técnicas e de segurança devem ser lidas com atenção.

Intervalo entre demãos

Depois da aplicação do primer é preciso esperar o intervalo entre demãos, conforme orientação do fabricante do produto.

Acabamento

A aplicação da tinta de acabamento, normalmente de base poliuretânica, deve seguir cuidados com relação à homogeneização, ao tempo de indução e ao período de secagem. A proporção de diluição da tinta deve ser condizente com o tipo de aplicação. Muitas tintas podem ser aplicadas com trincha ou rolo, sem necessidade de diluição. Já a pistola não consegue pulverizar se a tinta estiver muito grossa.

Manutenção e Durabilidade

A durabilidade do sistema de pintura normalmente está condicionada ao tratamento da superfície e à escolha do tipo de pintura. Alguns podem durar mais de 15 anos, dependendo do local da obra e da forma de utilização. A conservação é muito importante e quase sempre feita por meio do tratamento da superfície utilizando ferramentas manuais e mecânicas, sendo que a tinta também deve ter especificação de como deve ser aplicada. Vale lembrar que o principal problema averiguado em pinturas é a forma de sua utilização e os eventuais danos mecânicos. Nestes casos, a manutenção imediata é fundamental para a durabilidade do revestimento. Além disso, deve-se levar em conta se a manutenção ocorrerá somente nos pontos de corrosão ou na obra toda, já que esses fatores impactam na durabilidade. Por isso, é muito importante consultar um departamento técnico nessa área.

A nossa equipe constitui-se de profissionais atualizados e especializados em pintura de estruturas metálicas, com a missão de lhe atender com êxito, qualidade e agilidade. Entre em contato conosco agora mesmo.

Acompanhe nosso trabalho nas redes sociais

A pintura é um dos métodos mais utilizados para dar acabamento e proteger as estruturas metálicas da corrosão. Mas, para garantir maior durabilidade, é imprescindível escolher uma empresa com bom conhecimento técnico como a Trade Pinturas para lhe dar a orientação de qual é o material correto.

A decisão deve considerar o ambiente e sua agressividade, assim como outros fatores que possam impactar na conservação dos elementos de aço.

As tintas mais comuns disponíveis no mercado encontram-se na versão líquida e em pó. Para a escolha do melhor sistema de pintura devem ser observados o ambiente e sua agressividade, segundo a norma ISO 12944. Nas soluções de tintas líquidas para ambientes considerados de baixa agressividade (C1/C2) e baixa poluição, por exemplo, pinturas de tintas alquídicas e monocomponentes são excelentes soluções para a proteção anticorrosiva, independentemente se o ambiente for interno ou externo.

Já os projetos que se encontram em ambientes de atmosferas industriais e urbanas (C3/C4) necessitam de uma proteção maior. Para tanto, são desenvolvidos esquemas de pintura através de tintas epóxi e poliuretanas.

Consequência do uso inadequado do material

A corrosão precoce é um dos principais problemas causados pela especificação inadequada. Qualquer projeto de estrutura metálica possui uma estimativa de vida útil, mas em casos de corrosão precoce haverá a necessidade de manutenção não prevista. E se forem aplicadas tintas de ambientes de alta agressividade em ambientes de baixa, por exemplo, poderá ocorrer um superdimensionamento e, consequentemente, elevar o custo da obra.

Além disso, se a aplicação dos produtos for incorreta, é possível que surjam problemas como enrugamento, falta de aderência, sangramento e ainda levantamento da tinta anterior.

Preparação da Superfície

O tipo de preparo da superfície pode variar de acordo com o substrato, mas em geral, recomenda-se a lavagem com hidrojateamento de alta-pressão, para remover resíduos de tinta, e com tensoativos neutros.

Tinta de Fundo

Antes de aplicar o primer, o aplicador deve homogeneizar muito bem os componentes e aguardar o tempo de indução. A espessura da camada varia conforme a agressividade do ambiente. Mas, como referência, em um local de baixa a média agressividade, recomenda-se espessura de 100 a 150 micrômetros.

Seleção do produto

É preciso definir de antemão o tratamento - se retoque, pintura ou repintura - e a solução a ser utilizada - se tinta líquida ou em pó. Todas as informações das fichas técnicas e de segurança devem ser lidas com atenção.

Intervalo entre demãos

Depois da aplicação do primer é preciso esperar o intervalo entre demãos, conforme orientação do fabricante do produto.

Acabamento

A aplicação da tinta de acabamento, normalmente de base poliuretânica, deve seguir cuidados com relação à homogeneização, ao tempo de indução e ao período de secagem. A proporção de diluição da tinta deve ser condizente com o tipo de aplicação. Muitas tintas podem ser aplicadas com trincha ou rolo, sem necessidade de diluição. Já a pistola não consegue pulverizar se a tinta estiver muito grossa.

Manutenção e Durabilidade

A durabilidade do sistema de pintura normalmente está condicionada ao tratamento da superfície e à escolha do tipo de pintura. Alguns podem durar mais de 15 anos, dependendo do local da obra e da forma de utilização. A conservação é muito importante e quase sempre feita por meio do tratamento da superfície utilizando ferramentas manuais e mecânicas, sendo que a tinta também deve ter especificação de como deve ser aplicada. Vale lembrar que o principal problema averiguado em pinturas é a forma de sua utilização e os eventuais danos mecânicos. Nestes casos, a manutenção imediata é fundamental para a durabilidade do revestimento. Além disso, deve-se levar em conta se a manutenção ocorrerá somente nos pontos de corrosão ou na obra toda, já que esses fatores impactam na durabilidade. Por isso, é muito importante consultar um departamento técnico nessa área.

A nossa equipe constitui-se de profissionais atualizados e especializados em pintura de estruturas metálicas, com a missão de lhe atender com êxito, qualidade e agilidade. Entre em contato conosco agora mesmo.

Acompanhe nosso trabalho nas redes sociais